quinta-feira, março 17, 2011

Que vexame!

- Violeta deslumbrante.
- Como?

Há alguns minutos que estava parada na fila só para pagar uma mísera conta de água. Do outro lado da rua, numa pracinha minúscula minha cunhada tentava desesperadamente conter a explosão de energia do Taz. A cada escapada do pequeno, o ar fugia dos meus pulmões, imaginando que a tia não conseguiria impedi-lo de saltar para o meio dos carros.  Ai que demora! Por que a Lei da Prioridade para gestantes e lactantes não se estende a mães de criaturinhas arteiras? Foi mergulhada nesses pensamentos que o estranho me interrompeu.

- O seu esmalte. A cor não é violeta?
- Ah, sim.

Geralmente não entabulo conversas só com o intuito de passar o tempo. Durante viagens, os meus vizinhos de poltrona nunca saberão o meu nome ou estado civil. Comentários de taxistas sobre a meteorologia são respondidos rapidamente. E nos consultórios médicos-odontológicos me concentro nas revistas amassadas para não encarar meus colegas de espera. É rabugento da minha parte, eu sei. Mas dessa vez, o bonitão atrás de mim despertou minha atenção.

Disfarçadamente olhei para as minhas mãos. Tinha acabado de aderir às cores vibrantes. Escolhi o violeta porque combinava com um par de óculos (que fashion!!). Na ponta da unha, a manicure havia desenhado pequenas florzinhas de miolinhos amarelos e pétalas brancas, da mesma cor eram os pontinhos miudinhos que contornavam todo o canto até sumirem. Quanta futilidade reunida em dois centímetros!  

Para reparar nesse detalhe, ou é gay ou surgiram novas estratégias para xavecar desde que me retirei do mercado. Pensei comigo, enquanto percebia que daquela estreita distância em que o estranho se encontrava também dava pra perceber que minhas pernas estavam com a depilação atrasada. Lastimei por não ter usado um jeans. Aquela calça de stretch ia deixar o meu bumbum tinindo. E o meu cabelo? A chuva deve ter feito dele um balaio de gatos.

- Me perdoe a indiscrição, mas posso te pedir uma coisa?

Ainda por cima educado. Vixe Maria! No meu tempo não existia esse tipo de homem. E se ele quiser meu telefone? Não, acho que agora eles pedem é o MSN. Qual era meu nickname? Mas será que ele viu a aliança? É claro, pra enxergar até a cor da minha unha. É muito ousado e seguro de si. Vai ser charmoso assim lá em casa. Hellooooo!! Não viaja, tente manter a compostura.

- Depende, se estiver ao meu alcance.
- Sou representante de cosméticos. Queria que a senhora distribuísse esses folhetos entre suas amigas, pode ser? Vocês vão adorar a nova coleção de esmaltes!

6 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHA! Sem mais! HAHAHAHAHA

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. adorei... pior q já aconteceu comigo antes... rsrrrs
    bjins

    ResponderExcluir
  3. hahahahhaha melhor continuar antisocial Bobry!
    Bjs BJs
    PS: muito fashion esse negócio de combinar esmalte com cor de armação de óculos, viximáriiah!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...